A ansiedade que antecede ao momento de criar

* A diminuição súbita (geral) da energia de um sistema e todas as funções que dele dependem;
* O propalado "efeito dominó" e sua condição mais extrema: o colapso;
* A debilidade repentina das ações, adinamia de ritmo, queda do poder e forças, um momento ômega.

Scribere
Faço dos sinais gráficos, que conheço, os meus representantes. Desembaraçando os caracteres, leio-os, de viva voz. Minha expressão é redigida em linhas incompletas de palavras. A composição de letras dirigidas para registrar meu sonho literário. Escrevo, porque amo.


LuhanaSP

domingo, 31 de outubro de 2010

Resultado das eleições 2010

















Quem é o novo presidente do Brasil?

Submeto-me a esta decisão, pois não quero perder o direito de ser POVO
.


A apuração dos votos em todo o território nacional, define o seguinte resultado: a democracia é uma das maiores conquistas dos processos políticos. Sem democracia não há nação, soberania, nem povo.

O povo é o elemento humano na formação do Estado e a democracia é a forma mais eficiente de humanizar um país.

Hoje, foram espalhados depósitos de esperança por todo o Brasil, para guardar, por algumas horas, a sua vontade e as muitas vontades que coexistem.

Quando você aperta o botão verde e confirma, o FIM é o prenúncio: você começou a decidir o futuro do seu país.

O voto é a sua voz, um direito inalienável.

Este momento não foi concedido de "mãos beijadas", ele foi conquistado com muita luta. Por isso, lembre-se que a maior obrigação é com a defesa dos direitos de uma sociedade mais livre e mais justa.

"Paz sem voz, não é paz. É medo."

sábado, 30 de outubro de 2010

Ampulheta

Quando reviramos o nosso baú de memórias, reencontramo-nos.

Uma orquestração sinestésica produzida pelas mais variadas lembranças, guardadas ou expostas, permanentemente, pelo "eu".

A sensação que emerge de uma percepção antiga, vinda de um lugar revisitado por estímulos juvenis.

Todas as épocas da mesma vida colocadas lado a lado.

Imagens descoloridas pela imprecisão; áudios distorcidos pelo esquecimento; diálogos incompletos; fragmentos... de cartas, poemas e fotos.

Slides de você que são projetados através do tempo e repercutem nas promessas do futuro.

Erros e acertos são motes da experiência!

A saudade é uma caixa onde guardamos os souvenirs da existência e compêndios de lembranças. Sentir saudade é ter memória afetiva.

domingo, 24 de outubro de 2010

A arte repudia a guerra


Guernica de Pablo Picasso

Na guerra os opositores serão chamados de inimigos, numa tentativa de justificar atos de intolerância, afrontando a razão e tudo aquilo que acreditamos ser atributos da humanidade.

Uma luta sectária que nos divide em nações, bandeiras, territórios, etnias, ideologias e religiões, contrariando a nossa essência e ultrajando a nossa história.

A "baixa" de pessoas é relativizada e inerente ao processo, um pressuposto para conduzir um exército em campanha.

O preço que se paga pelo combate ao "mal maior" é financiado por interesses econômicos e lavado com o sangue de desconhecidos.

Combatentes que executam ordens superiores, designados a marchar sobre os corpos daqueles que um dia tiveram esperança, família, sonhos e uma vida. Pessoas iguais, com os mesmos direitos.

A irreflexão armada semeia fome, doença e desolação.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos, assinada em 1948, deveria ter um novo preâmbulo: a partir de hoje, não será mais aceita qualquer declaração de guerra e as nações serão unidas.

Descobri a minha vocação pacifista.

...

Mahatma Gandhi quis nos mostrar que a paz é o verdadeiro motivo para condecorações.

"Acredito na essencial unidade do homem, e portanto na unidade de todo o que vive. Desse modo, se um homem progredir espiritualmente, o mundo inteiro progride com ele, e se um homem cai, o mundo inteiro cai em igual medida."


...

A Assembléia Geral proclama a presente Declaração Universal dos Direitos Humanos

como o ideal comum a ser atingido por todos os povos e todas as nações, com o objetivo de que cada indivíduo e cada órgão da sociedade, tendo sempre em mente esta Declaração, se esforce, através do ensino e da educação, por promover o respeito a esses direitos e liberdades, e, pela adoção de medidas progressivas de caráter nacional e internacional, por assegurar o seu reconhecimento e a sua observância universal e efetiva, tanto entre os povos dos próprios Estados-Membros, quanto entre os povos dos territórios sob sua jurisdição.

Artigo I.
Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotados de razão e consciência e devem agir em relação uns aos outros com espírito de fraternidade.

sábado, 23 de outubro de 2010

Discurso caótico da confusão mental

O cúmulo do desnecessário
A dois passos da incompreensão
Deixa perplexo o adversário
Que não esboça reação
Uma metralhadora de impropérios
Dispara em ritmo frenético
Na exposição de seus critérios
Elo perdido entre o prolixo e o disléxico
Subverte uma lógica racional
Forçosamente esmaga o nexo
Num delírio criativo e natural
Atinge um resultado complexo
Achar que isso é normal

Esse poema foi inspirado naquelas pessoas que "falam demais por não ter nada a dizer" e tentam convencer o mundo de que complicando bastante os caminhos entre o pensamento e a palavra, poderão ser vistas como complexas e interessantes.

Discursar em tempo integral pode tornar-se monótono, aqui ou alhures. Dizer simplesmente "oi", pode ser um bom começo.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Reciclado

A inspiração é papel amassado
Levado pelo vento
No balé da tempestade
Arremessado em ato improvisado
Por uma fração de momento
Choca-se com a realidade
E é achado no chão
Contemplou antigos vícios
Das palavras escondidas
Aprisionadas na razão
Uma inversão de princípios
Muitas lembranças perdidas
Sentiu o sopro da esperança
Retornaria à antiga forma
Um papel de embrulhar pão
Poderia compor os sonhos
De quem não escreveu em vão.

sábado, 2 de outubro de 2010

Uma vida a menos

Uma antiga lenda popularizou que os gatos possuem sete vidas. Uma fama que deve ser consequência dos seus admiráveis feitos, pois, nossos amigos felinos exercitam a agilidade com maestria e sempre caem de pé.
Tantas vidas têm um significado místico em diversas culturas e religiões. Desde o Antigo Egito os bichanos vivem envoltos em uma aura de mistério.
Na cabala, o sete é um dos algarismos de maior potência mágica, representa a vida e a abundância.

Nós humanos temos apenas uma vida e vivê-la é um desafio grandioso em todos os seus movimentos. Não podemos subestimar a simples atitude de atravessar a rua, pois em todas as direções existem riscos.
Aos que decidiram, e decidem, todos os dias, ter longevidade e qualidade de vida, é imperioso manter a clareza na análise das situações (até as mais corriqueiras) para decidir o que é mais importante.

A auto-preservação requer o equilíbrio entre a ansiedade e a prudência. Para não perder um segundo, não devemos, jamais, arriscar a própria vida...

No momento em que a vida passa por um fio é mais sábio reconsiderar e utilizar a faixa de pedestres.
(Ufa! Foi por pouco)