A ansiedade que antecede ao momento de criar

* A diminuição súbita (geral) da energia de um sistema e todas as funções que dele dependem;
* O propalado "efeito dominó" e sua condição mais extrema: o colapso;
* A debilidade repentina das ações, adinamia de ritmo, queda do poder e forças, um momento ômega.

Scribere
Faço dos sinais gráficos, que conheço, os meus representantes. Desembaraçando os caracteres, leio-os, de viva voz. Minha expressão é redigida em linhas incompletas de palavras. A composição de letras dirigidas para registrar meu sonho literário. Escrevo, porque amo.


LuhanaSP

domingo, 30 de janeiro de 2011

Foi um sonho?

Tem som de estalo.
Ouço passos na calçada,
O salto alto no assoalho
Risca o degrau da escada.

Um caminhante apressado
Que passa pelo corredor,
Não pode ficar parado,
Pois, teme morrer de amor.

Alcança a porta da sala,
Mas, a ansiedade aperta,
O coração que não pára
E deixa a boca aberta.

Em menos de um segundo,
Aguarda a surpresa desfecho.
Toda a alegria do mundo,
Agora terá seu começo.

Ferindo o enredo do sonho,
Inevitável é esta ação,
Na justa hora, suponho,
Da derradeira emoção.

O "bip" do despertador,
Com alarde interrompeu,
Um momento encantador,
Sem despedir de Morfeu.

2 comentários:

  1. Um amigo uma vez me disse que um poema é bom quando cria uma imagem em nossa mente. Lendo esse poema vi um ser na escada com o coração na boca observando a pessoa amada dormindo, e de repente se escondendo assustado, eta bip danado.

    Saudações Literárias

    ResponderExcluir

Aprecie sem moderação