A ansiedade que antecede ao momento de criar

* A diminuição súbita (geral) da energia de um sistema e todas as funções que dele dependem;
* O propalado "efeito dominó" e sua condição mais extrema: o colapso;
* A debilidade repentina das ações, adinamia de ritmo, queda do poder e forças, um momento ômega.

Scribere
Faço dos sinais gráficos, que conheço, os meus representantes. Desembaraçando os caracteres, leio-os, de viva voz. Minha expressão é redigida em linhas incompletas de palavras. A composição de letras dirigidas para registrar meu sonho literário. Escrevo, porque amo.


LuhanaSP

domingo, 31 de julho de 2011

Passo em falso


Recolhi os sapatos pela casa,
Mas, eles não deixaram pegadas
E estavam jogados pelos cantos.
Estou olhando para os meus pés
Que estão nus diante de mim.

Não sei como cheguei até aqui.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Felicidade plena




Submergir a consciência
E adormecer o cerne
[mute]
Bocejar no aconchego
Todas as benesses
Do isolante térmico.

domingo, 10 de julho de 2011

Desarquivando

Arquivo I:

A minha relação com as agendas não é muito boa. Até esta data, não consegui mantê-las atualizadas e organizadas.

Oi organização, tudo bem? Quero avizinhar-me de ti e pedir a especial deferência de apresentar-me a disciplina (quero ser amiga de vocês). Por favor, desconsidere os meus antecedentes. Prometo ser uma boa menina.

Arquivo II:

O caos empilhado faz sombra à minha coragem.
E agora?
Nenhuma cronologia resiste. As gavetas revelam-se vazias e esperam o regresso do conteúdo espalhado, escondido, perdido, entre palavras e pensamentos.
Oh, Tempo! Por que passas apressado, levando o que eu ainda não sei?
Repetição padrão, de mim mesma.
Desordem equivocada...

Arquivo III - Dia & Noite:

Emaranhados os caminhos, apertam os nós. Antes do desenrolar natural, temos a confusão dos acessos e vias de difícil decodificação.
Qual direção evitará o risco das perdas? Perder o referencial "eu mesmo", entrar em rota de colisão das expectativas frustadas e, principalmente, contemplar o fúnebre adeus dos sonhos desacreditados, abortados e esquecidos?
Nos momentos em que o reflexo do espelho não é mais o seu, a sinalização ambígua do destino será incapaz de indicar quando você se perdeu.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Raiva ou Colisão das Partículas Sentimentos

Hoje eu irei explodir
E os meus pedaços,
Jogados a esmo,
Ficarão espalhados.

O repentino estrondo
Desta arrebentação
Poderá causar medo,
Não fuja sem mim!

Antes, encontre-me.
Refazendo o caminho
Por onde passei,
Recolha-me do chão.

Talvez eu não esteja
Naquele mesmo lugar,
Daquela primeira vez.
Por isso, procure-me.

Apanhando os cacos,
Ponha-se a lembrar,
Pois o maior esforço
Ainda está por vir.

Na hora de remontar
As partes recolhidas,
Não alimente ilusões
E repita o meu modelo.

Se eu puder voltar
A existir por inteiro,
Quero sonhar a vida
Do jeito que era antes.

domingo, 3 de julho de 2011

Questão de múltipla escolha

Não queira encontrar respostas,
Elas esvaziam a questão.
Os enigmas residem nas perguntas,
Um exercício para a imaginação.
O pensamento constrói rotas,
As perguntas mostram a direção.

Sonho melhor com os olhos abertos


Existe hora certa para sonhar?
Abra os olhos e veja,
O tempo não dorme.
É preciso estar atento,
Depois do sono.
Os ponteiros do relógio
Não param de dar voltas.