A ansiedade que antecede ao momento de criar

* A diminuição súbita (geral) da energia de um sistema e todas as funções que dele dependem;
* O propalado "efeito dominó" e sua condição mais extrema: o colapso;
* A debilidade repentina das ações, adinamia de ritmo, queda do poder e forças, um momento ômega.

Scribere
Faço dos sinais gráficos, que conheço, os meus representantes. Desembaraçando os caracteres, leio-os, de viva voz. Minha expressão é redigida em linhas incompletas de palavras. A composição de letras dirigidas para registrar meu sonho literário. Escrevo, porque amo.


LuhanaSP

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Sentimos

Falamos quando sentimos
Pensamos...
Sentimos o que falamos
Pensamos no que sentimos
Falamos!
Pensamos sobre o que falamos
Sentimos?
Falamos o que pensamos sentir
Pensamos antes falar
Falamos?
Sentimos o que pensamos
Falamos do que sentimos
Sabemos pensar?
Sentimos sem falar...
Falamos enquanto pensamos
Apenas pensamos
Falamos sem pensar 
Sentimos!






3 comentários:

  1. Belíssimo poema, exprime de forma impar a sensibilidade da autora...

    ResponderExcluir
  2. Cada linha parece ter autonomia e cada uma busca uma outra pra se completar, sem se saber ao certo se precisar. Elas, as linhas, não sabem se apenas precisam, se apenas pensam, ou sabem. Mas é certo que sentem, por si sós.

    ResponderExcluir

Aprecie sem moderação