A ansiedade que antecede ao momento de criar

* A diminuição súbita (geral) da energia de um sistema e todas as funções que dele dependem;
* O propalado "efeito dominó" e sua condição mais extrema: o colapso;
* A debilidade repentina das ações, adinamia de ritmo, queda do poder e forças, um momento ômega.

Scribere
Faço dos sinais gráficos, que conheço, os meus representantes. Desembaraçando os caracteres, leio-os, de viva voz. Minha expressão é redigida em linhas incompletas de palavras. A composição de letras dirigidas para registrar meu sonho literário. Escrevo, porque amo.


LuhanaSP

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Sabe o que é?

Uma explosão surgida
Entre mundos diversos
Em contatos de vida
Vejo o pólen dos versos
As palavras antes fluentes
Ficam atracadas no porto
Da garganta dormente
À blindagem do corpo
Enfrentar todo medo
É tarefa da coragem
Mesmo muito cedo
Soa alerta de mensagem
Quando as luzes acendem
E tudo pisca em vermelho
Mas os instintos atendem
São poemas no espelho
Traduzidos no papel
Singelo caderno carinhoso
Canetas e letras de mel
Produz um efeito ansioso
A lucidez embriagou-se
De uma fonte transparente
Águas verdes e mar doce
Vislumbradas logo à frente
Um erro de cartografia
Sem latitude e longitude
Nó do destino ou ironia
Mergulhar em plenitude


quinta-feira, 16 de abril de 2015

O caminho da formiga


Trilhas de pedra, detritos de poeira... o chão.
Boa era a vista, beira rio e brisa noturnamente adocicada. Só um passeio na calçada.
Formiga a vida sem planejamento - das horas percebia o passar, das pessoas o murmúrio e mesmo assim seguia. Não era uma disparada, não era marcha, ou corrida... nem nada. Andava só, sem ordem e progresso, pois a trilha era circular. E dando voltas, por nada, havia  acabado de achar uma "escalada". Não pensou e subiu. Formigas não pensam, instintivamente andam com seus passinhos miúdos, diminutos, quase uma coreografia sem ensaio, executada sobre as patas minúsculas. Árdua missão sem salto alto, viagem de ácido fórmico. Subiu! Mas, por ser tão pequenina foi removida sem dó. Avistaram-na. Removeram-na. Marcada formiga para mudar de rota. Não sabia que aquele caminho era proibido. Propriedade privada.



segunda-feira, 13 de abril de 2015

SACODE!!!

Qual a maior confusão já enfrentada?
Mistura tudo e faz um milk shake
Um brinde ao mix
Saúde !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Era...tudo...saudade

O que é a saudade?
De onde ela nasce?
Por que, de repente, floresce no peito?
Germina no coração, como se toda veia ou artéria fosse raiz. Onde está a coifa?
Quem jogou a semente?
E por que a gente sente tanta saudade?
Já passou...
Mas, deixou em nós um registro, uma prova: marca-cicatriz!
O que virou nossa história? Batalha ou marasmo de glória?!
Vontade de sentir.
De novo, o novo que já foi velho, imenso, momento de uma vida. Polinizou as lágrimas derramadas. Tomadas, bebidas, cápsulas de uma fórmula da juventude. Remontam a infância, conforto, querida recordação.
Saudade é uma lembrança que chora ou sorri para voltar ao momento em que era muito importante!